Como abordar a educação ambiental em sala de aula?

ambiental

Nos últimos dez anos, a população mundial aumentou em 1 bilhão. Hoje, estima-se que existam 7,8 bilhões de pessoas no planeta. O aumento da população mundial, a crise ambiental em curso e a escassez de recursos naturais conscientizarem as pessoas sobre a importância de proteger o meio ambiente e desenvolver hábitos mais saudáveis. 

Nesse contexto, a educação ambiental nas escolas tem se tornado cada vez mais importante, tornando-se assim um espaço de educação, colaboração e de construção de valor que por meio de Cursos Online com Certificado, os professores sabem como abordar sobre a educação ambiental dentro da sala de aula.

Vamos lá?

A educação ambiental no Brasil

Em 27 de abril de 1999, o governo Fernando Henrique Cardoso aprovou a Política Nacional de Educação Ambiental (PNEA). 

A Lei 9.795 traz diretrizes que têm como principal objetivo estimular a conscientização da população sobre a responsabilidade de proteger o meio ambiente por meio da educação.

Ainda na legislação, a educação é vista como uma das principais formas de concretizar essa consciência, pois “os indivíduos e as comunidades a utilizam para estabelecer valores sociais, conhecimentos, atitudes e habilidades voltadas para a proteção do meio ambiente, como o uso comum das pessoas.

Isso é essencial para uma qualidade de vida saudável e sua sustentabilidade. Com uma base nessa premissa, estipula que a educação ambiental sempre deva existir em todos os níveis de ensino dentro do Brasil, sendo de forma formal ou informal, como um direito de todas as pessoas.

A importância da educação ambiental nas escolas

A proteção ambiental vai depender de forma direta da mudança de consciência e hábitos das pessoas. Essa mudança somente será possível por meio da educação direta dentro da sala de aula. 

Desde cedo, as instituições educacionais são responsáveis ​​por formar os valores e os princípios para as crianças paralelamente à educação recebida em casa.

Por meio da interação do conhecimento, entre professores e alunos, e entre alunos e colegas, as crianças aprendem a ser cidadãos responsáveis ​​e ferramentas necessárias para viver em sociedade.

Portanto, as escolas devem incorporar ações e projetos em seus currículos e sugestões pedagógicas que estimulem práticas ambientalmente corretas em todas as etapas do ensino.

Como implementar a educação ambiental nas escolas?

A implementação da educação ambiental escolar pode ser alcançada por meio de conteúdos em sala de aula e de atividades específicas, como, por exemplo, Cursos Online . No entanto, sabemos que mudanças de consciência e hábitos ocorrem em atitudes diárias sutis.

Com isso, é ideal que a sustentabilidade deva fazer parte das escolas e das atitudes de todos os funcionários da mesma, sempre buscando ser um bom exemplo para as crianças. Em outras palavras, o que é ensinado aos alunos na teoria deve acontecer na prática. 

Não adianta o professor falar sobre a importância da reciclagem nas aulas, mas a própria escola não faz coleta seletiva, nem distribui lixeiras recicláveis ​​em toda a escola.

A seguir, listamos alguns métodos de implementação da educação ambiental nas escolas. Veja:

  • Estimular o consumo consciente dos recursos hídricos e energéticos (por meio da colocação de sinalização em banheiros, bebedouros e salas de aula);
  • Ensinar a importância da coleta seletiva e disponibilizar lixões recicláveis;
  • Promover a redução do uso de plásticos e priorizar produtos menos agressivos ao meio ambiente;
  • Reutilizar materiais e evitar desperdícios;
  • Crie um jardim coletivo.

Além das práticas acima, a escola também precisa discutir a crise ambiental, o bioma brasileiro, a importância dos diferentes ecossistemas para o funcionamento da vida na terra e certos hábitos não só para o meio ambiente, mas para a própria vida das pessoas. 

Uma boa forma de fazer educação ambiental nas escolas é organizar atividades para comemorar aniversários, como: Dia Mundial da Água, Dia da Árvore, Dia Mundial do Meio Ambiente, Dia da Mata Atlântica. Outras atividades, como feiras de ciências e viagens extracurriculares a sítios arqueológicos e museus, também ajudam a envolver as crianças nas causas ambientais.

Como incentivar a conscientização ambiental em casa?

Conforme mencionado anteriormente, a adoção de novos costumes e hábitos se dá por meio de pequenas ações realizadas de forma constante.

Portanto, além do trabalho realizado nas escolas, os pais também devem estimular e adotar um consumo doméstico mais sustentável. 

Envolvendo sempre as crianças em pequenas tarefas domésticas, como, por exemplo: separar o lixo, lavar a louça, cuidar do jardim e fazer as devidas compras no supermercado.

Na verdade, ir ao supermercado é uma boa forma de cultivar hábitos sustentáveis. Escolher frutas e vegetais não embalados, priorizar produtos a granel e usar sacolas reutilizáveis ​​são apenas algumas ações que ajudam a proteger o meio ambiente.

Educação ambiental como ferramenta para conscientização

Como vimos, o ambiente escolar é uma das principais ferramentas de transformação social, pois é no ambiente escolar que se formam novos valores, a convivência social e a aquisição de conhecimentos.

Portanto, a incorporação de projetos de educação ambiental nas escolas permite que os alunos se aproximem da natureza e percebam que também fazem parte do meio ambiente e que é sua responsabilidade protegê-lo.

Além disso, as crianças e os jovens de hoje serão responsáveis ​​pelas decisões futuras, seja na liderança da empresa ou no ambiente político. Sensibilizá-los para a importância da proteção do meio ambiente significa evitar a exploração descontrolada dos recursos naturais e garantir uma sociedade mais responsável e ligada à natureza.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *