Conheça mais sobre gestão ambiental no ramo da construção

Com uma população cada vez mais consciente a respeito da importância da sustentabilidade, a gestão ambiental tem se tornado praticamente obrigatória em todos os setores.

O motivo por trás disso é que os consumidores estão cada vez mais inclinados a comprar de empresas que se posicionam como sustentáveis, o que, na prática, acaba punindo aquelas que não adotam essa prática.

A boa notícia é que, graças às demandas do consumidor, há cada vez mais serviços ambientais que podem ser prestados a empresas em geral.

O setor da construção civil não é exceção: os gestores de projetos na área dispõem de diversas maneiras para tornar uma obra mais sustentável – e, consequentemente, atrair mais compradores em potencial para as suas unidades, além de torná-las mais valorizadas.

Quer saber mais sobre isso? Então continue lendo e confira alguns dos serviços que as empresas de engenharia ambiental em SP podem prestar em sua obra, bem como os benefícios de cada um deles:

  1. Consultoria ambiental

Com a conscientização crescente da população a respeito da importância da sustentabilidade, os profissionais que trabalham com isso passaram a ser muito mais visados e prestigiados no mercado.

Isso, em outras palavras, significa que a contratação de uma pessoa da área da engenharia ambiental passou a ser algo cada vez mais concorrido.

Outro dos motivos por trás disso é o fato de que esses profissionais conhecem não apenas as boas práticas ambientais gerais, como, também, as leis que regem a área no Brasil.

Deste modo, eles são aptos a prestar consultoria na área, garantindo que o projeto siga todos os padrões mínimos de sustentabilidade e não tenham nenhum problema com o poder público.

Contudo, é preciso ter em mente que, para que o serviço seja efetivo, é muito importante que os profissionais da consultoria ambiental SP tenham abertura para trabalhar junto aos demais membros da equipe, como os engenheiros civis e arquitetos.

Deste modo, todos podem tomar decisões juntos, fazendo com que os trabalhos fluam de maneira mais eficiente.

  1. Tratamento de água e de efluentes

Apesar de ser um recurso escasso, a água é um elemento essencial para a vida na Terra.

Por conta disso, uma das consequências da conscientização da população a respeito da sustentabilidade é o fato de que há uma cobrança maior para que empresas que a utilizam em suas atividades o façam de maneira consciente, de modo a evitar desperdícios.

A construção civil, por sua vez, enquadra-se nesse setor: ela depende da água para preparar materiais de construção, como a argamassa, e para fazer a higienização do canteiro de obras.

Por conta disso, recomenda-se o uso de uma estação de tratamento de efluentes industriais para descontaminar esse fluido e poder utilizá-lo de outras formas.

Da mesma maneira, recomenda-se que o projeto final da construção também inclua uma estação para fazer o tratamento de água. Dessa maneira, os fluidos que foram usados no esgoto, como os restos de ralos e vasos sanitários, podem ser reutilizados sem maiores problemas.

Para que isso seja feito, recomenda-se a contratação de um engenheiro de saneamento ou mesmo um engenheiro ambiental que possam implementar uma estrutura de tratamento de agua eficiente no local.

  1. Gestão e tratamento de resíduos

Por último é preciso ter em mente que, independentemente do método construtivo adotado, uma obra gera resíduos.

Caso eles sejam descartados incorretamente, o gestor do projeto pode sofrer sanções do poder público, além de escrutínio público. Deste modo, é interessante contratar um profissional para fazer a gestão de itens como:

  • Restos de tijolos e blocos cerâmicos;

  • Restos de madeira;

  • Itens metálicos;

  • Restos de argamassa.

Em alguns casos, o próprio poder público local oferece a coleta de tais resíduos de forma complementar ao lixo comum e domiciliar, dando a eles a destinação correta.

Contudo, muitas localidades ainda não prestam esse serviço, fazendo com que caiba ao gestor da obra providenciar o descarte da maneira correta, que não prejudique o meio ambiente.

Independentemente disso, é fundamental que o orçamento da obra inclua o aluguel de uma caçamba. Trata-se de um compartimento onde pode ser feito o descarte de tais detritos até que seja dada a eles a destinação correta.

Do contrário, há o risco real de que os resíduos seja deixados em um local inapropriado, poluindo a natureza e infringindo a legislação ambiental.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *