Construção civil sustentável: um novo caminho importante

A construção civil é uma das áreas que mais causa impacto ambiental. São diversos recursos utilizados que, por vezes, podem trazer consequências negativas para o meio ambiente.

Gastos de energia, alterações do solo e mudanças nas áreas de vegetação são outros pontos importantes relacionados ao assunto.

No entanto, alguns desses impactos podem ser minimizados e outros pode ser, até mesmo, evitados. Com uma gestão ambiental correta, é possível realizar uma construção civil sustentável. Por conta disso, vamos ver no artigo de hoje alguns impactos específicos e formas de melhorá-los.

Desperdício de água

Um dos impactos que a engenharia ambiental mais traz para o meio ambiente é o desperdício de água potável. Muitas vezes, utiliza-se mais do que o necessário, fazendo com que esse recurso natural tão importante seja gasto de forma incorreta. Uma das formas de minimizar esse problema é reutilizar água da chuva.

A locação de caminhão pipa é outra opção para diminuir os gastos com a água. Ele pode transportar água potável para o consumo dos trabalhadores de maneira equilibrada e sem exageros.

Assim, nada é desperdiçado. Além disso, a construção correta de tubulações também é fundamental para evitar o desperdício futuro. Isso evita vazamentos, problemas no solo e gastos elevados de dinheiro.

Efluentes industriais

Para evitar a poluição causada por efluentes da construção civil, é possível construir, no canteiro de obras, uma estação compacta de tratamento de efluentes industriais.

Além de realizar a limpeza da água, retirando todos os elementos que são ruins, a estação também possibilita o reúso do líquido para limpezas e outras ações. Assim, acaba-se economizando e evitando, novamente, o desperdício.

Por ser compacta, ela é facilmente instalada em todos os locais necessários. Assim, não há riscos e nem complicações. Na maioria dos casos, ela é automatizada, fazendo todas as etapas de higienização sozinha. Algumas outras vantagens são:

  • Facilidade operacional;
  • Baixo custo;
  • Baixo gasto com energia;
  • Economia de espaço;
  • Entre outras.

Furo direcional gasoduto

O furo direcional gasoduto é um dos casos em que a estratégia é feita para minimizar os impactos ambientais que antes eram causados.

Eles são dutos cavados de forma horizontal, onde se instala uma tubulação para transportar gás, petróleo e os seus derivados.

Contudo, é preciso que essa estrutura seja feita por uma empresa especializada. Isso porque o planejamento deve ser bem estruturado para que não haja nenhum problema com o meio ambiente.

Assim, algumas vantagens de fazer o furo direcional são: o impacto causado é mínimo, o espaço ocupado é invisível (embaixo do solo), há pouca interferência no local e, assim, o impacto é menor.

Resíduos materiais e sonoros

A área da construção civil também gera muitos resíduos, desde entulhos até a poluição sonora. Isso também acaba afetando o meio ambiente e a qualidade de vida do local.

Por conta disso, é importante ter um local específico para jogar esses materiais. Outras formas de evitar esse problema é não adquirir mais materiais do que o necessário.

Isso, além de ser bom para o meio ambiente, também gera economia e recursos. Materiais recicláveis também são outras opções para diminuir os impactos em relação aos resíduos.

Já em relação aos resíduos sonoros, é preciso compreender o Plano Diretor de cada município e tentar fazer um planejamento para a minimização desse problema.

A poluição sonora não é prejudicial apenas para quem está em volta do canteiro de obras, mas também para os próprios trabalhadores.

Por conta disso, é necessário que eles utilizem Equipamentos de Proteção Individual (EPI) voltados à proteção do sistema auditivo.

Construção sustentável

Hoje, a construção civil está cada vez mais sustentável. Apesar de ainda ser um novo conceito, muitas empresas e construtoras já estão se adaptando a ele. Num geral, os benefícios dessa forma de construir trazem são:

  1. Diminuição de custos e consumo;
  2. Prevenção de desperdício;
  3. Diminuição de resíduos
  4. Mão de obra e materiais mais econômicos;
  5. Edificações com menor peso estrutural e maior resistência;
  6. Diminuição de gastos com energia;
  7. Obras prontas mais rápidas.

Por fim, a construção sustentável também faz com que a imagem da empresa seja melhor. Hoje, muitas vezes, a prevenção do meio ambiente é uma carta na manga para o próprio marketing e a construção de uma marca. Isso porque a responsabilidade social e ambiental acaba contando muito para a atração de novos clientes.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *