Entenda como o comércio de sucata se mantém tão consistente no mercado

A sucata de aço está por todos os cantos, entre as pessoas, movimentando mercados, proporcionando benefícios para quem compra e para quem vende. Seu valor é imenso para a sociedade, seja em qualquer das perspectivas, econômica, política, cultural ou social.

A sucata de metais, devido às suas características físico-químicas, pode ser constantemente reutilizada e transformada, uma vez que não perde propriedades e qualidades em seu processo de reciclagem. Com isso, o ramo de compra e venda de sucata, permanece sempre estável no mercado e com um bom potencial de lucro para as empresas e catadores. Pode-se ter uma margem lucrativa interessante trabalhando com estes materiais, ou apenas destinando-os ao mercado de resíduos para compra e venda, ao invés de fazer altos investimentos apenas no descarte dos mesmos – ação que deve seguir a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010).

O mercado de resíduos é um ambiente onde as empresas podem realizar a compra de sucata eletrônica para reutilizá-la em seus processos, ou até mesmo vendê-la. Através dessa ferramenta, vendedores e compradores estão fazendo trocas e negociando estes resíduos, obtendo vantagens financeiras, além de contribuírem com uma bela ajuda para o meio ambiente. Sem dúvidas, o Planeta Terra e as gerações futuras se beneficiam dessas transações, afinal este mercado viabiliza uma forma rentável de cumprir as legislações ambientais, onde todos ganham com a compra de material reciclável.

Transformar resíduo em insumo é uma bela maneira de fortalecer a empresa em tempos de crise, mas também, como inteligência sustentável e ecológica.

Já sabe que pode comercializar, mas está em dúvida sobre o que é sucata?

Pode-se pensar que, pela própria etimologia da palavra sucata, refere-se a um determinado objeto que se constitui por meio de processos e relações. Sua origem está no termo árabe “sugât” e significa “objeto sem valor”.

É possível definir que ela é todo material, seja ele produto ou resíduo propriamente dito, podendo ser reciclado, pois já não apresenta funcionalidade em sua antiga utilização.

Assim, abordaremos abaixo sobre os materiais mais fáceis de comercializar, são eles:

  • Ferro;
  • Cobre;
  • Alumínio;
  • Aço inox;
  • Metal (latão);
  • Sucata de ferro cavaco.

Todos os tipos de materiais recicláveis, seja em ferro e aço carbono, em fardos, fundido, solto, laminado, carcaças ou peças automotivas, tubos, partes de trem ou navios – até mesmo trilhos ferroviários, pode ser comercializado no Mercado de Resíduos.

Os materiais são comprados potencialmente para a construção mecânica ou para compor maquinários em geral. Outra forma de aplicação é em instalações que precisam de materiais resistentes.

Por apresentar grande condutividade, a sucata de cobre costuma ser empregada em transmissão de energia. Já a de alumínio, principalmente fundida ao cobre, silício, manganês, entre outros, que também se transforma em um potencial condutor, em especial para formar ligas, possui um vasto campo de aplicação.

A sucata de aço inox, por não oxidar, é de extrema importância para o setor automotivo. Por sua vez, o latão (cobre + zinco) é muito útil para constituir miudezas do dia-a-dia como: parafuso, alfinetes, arames etc.

Por sua vez, a sucata de ferro cavaco possui alto teor de carbono em sua formação, então pode ser facilmente comercializada para usinas que fabricam peças de ferro fundidas, pois o material em questão possui baixo teor de óleos e é totalmente isento de quaisquer impurezas.

Pode-se observar a importância deste comércio e a contribuição para com o meio ambiente, o qual reduz de alguma forma o impacto na sociedade de modo geral, causado pelas pequenas, médias e grandes empresas, sobretudo no ramo das indústrias.

Fazendo a diferença: Na busca da conscientização ecológica, rumo à construção de um mundo melhor!

Todos os metais citados acima podem ser totalmente reutilizados ou reaproveitados em peças novas, vendendo-as, principalmente, para retífica e fundições, que são as principais responsáveis pelo reaproveitamento destas sucatas em novas peças, com novas utilidades, voltando ao mercado de bens e consumo com aproveitamento de 100%.

A sustentabilidade e a consciência ambiental se apresentam como forte aliado do mercado de resíduos. Atualmente, paga-se em média R$0,15 pelo kg da sucata de ferro, R$3,00 pelo kg da sucata de alumínio, e R$7,25 pelo kg da sucata de cobre.

É incrível que algo que poderia estar espalhado pelo Planeta Terra, está sendo transformado para um novo uso e ainda pode ser convertido em uma fonte de renda. Com o aumento da população, o mercado de resíduos só tende a crescer, mantendo sua consistência e estabilidade, no mínimo.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *