Equipamentos que auxiliam no tratamento de efluente

Existem muitos produtos e processos que são utilizados para realizar o tratamento de efluentes, como o Projeto de drenagem. Por este motivo, é preciso verificar bem qual o tipo de tratamento e o objetivo que se deseja atingir.

Nesse sentido, também é importante lembrar que o motivo de existirem processos assim é a proteção do meio ambiente, que deve ser muito bem cuidado para manter o bem-estar e a vida.

Estação de tratamentos

Uma ete (Estação de tratamento) tem como objetivo fazer o devido tratamento de efluentes, para que possa evitar impactos ambientais. Os efluentes são produtos que podem vir a ser líquidos ou gasosos, resultados das ações humanas no dia a dia. De modo geral, os efluentes podem ser separadas em industriais e domésticos.

As chaminés de fábricas, por exemplo, são uma das principais fontes geradoras de efluentes gasosos industriais.

Já com relação aos líquidos, a origem pode ser diversa. Isso porque eles são elementos químicos ou agentes contaminantes misturados a água.

Por este motivo, é importante investir em métodos como os filtros para diminuir a poluição, tanto do ar – para o caso de gases – como da água, além de certificar que haja um tratamento correto de tais elementos. Isso para garantir que fontes de recursos voltem a condição inata e também para conservar a estabilidade ambiental.

O tipo de tratamento tem de ser indicado com base na carga poluidora e na presença de contaminantes. Assim, é preciso realizar inúmeras análises por pessoas capacitadas, para determinar como será feito tratamento.

Para contratar uma empresa que possua Equipamentos para tratamento de efluentes de qualidade e saiba projetar um bom ambiente é preciso fazer um estudo de mercado e verificar os benefícios e o trabalho que ela traz.

Também é preciso verificar o projeto de solução proposto, pois como existem diversas formas de contaminação e de poluição, existem diversas formas de tratamentos.

Contratar empresas para esse serviço normalmente gera vantagens, pois muitas disponibilizam serviços como:

  • Destino ambiental correto dos efluentes;

  • Menor gasto no descarte;

  • Agilização dos processos de descarte;

  • Análise com laudos dos efluentes em laboratórios.

Por estes e outros motivos é sempre indispensável ter uma empresa com especialistas trabalhando para ter uma melhor efetividade nos processos.

Fossa septica

A fossa septica e um sistema que serve para tratamento de esgoto sanitário, que normalmente ocorre em domicílios.

Essa é uma estrutura que atua quimicamente por meio físico em dejetos e é mais utilizada em zonas rurais. Isso porque, em muitas ocasiões, não há tratamento de esgoto.

A fossa atua na purificação da água que vem dos vasos sanitários para que, dessa forma, a água chegue no meio ambiente com o menor impacto ambiental possível. Por este motivo, a Fossa séptica preço, vale o valor pelos benefícios que traz em ambientes limitados.

Em primeiro momento, os dejetos vindos dos vasos, chegam em um tanque que normalmente possui 30 metros de distância da residência.

Feito de alvenaria, concreto ou outro material que possa suprir tal função, este tanque funciona por meio do processo de decantação, fazendo com que a parte sólida fique no fundo do tanque de forma a ocorrer a decomposição dos dejetos por meio de bactérias anaeróbicas.

No tanque também existe uma válvula de escape para que o gás criado no processo possa sair.

Conforme a fossa enche, há na parte superior um cano que direciona o material para um outro tanque, que funciona como filtro. Depois do processo de filtragem , o líquido vai para um outro recipiente que é chamado de sumidouro no qual pode ser reutilizado ou voltar para o meio ambiente.

Em outros tipos de fossa, no entanto, existe a inclusão de mecanismos que adicionam reagentes como o cloro, para uma melhor descontaminação.

Licenciamento ambiental

O licenciamento ambiental é um ato administrativo no qual o órgão ambiental pode estabelecer condições, restrições e medidas que geram melhorias, controle e que devem ser obedecidas por qualquer empreendimento, tanto pessoa física quanto jurídica.

Dessa forma, é possível localizar, instalar e operar processos que envolvam recursos do meio ambiente que são considerados potencialmente poluidores ou possam gerar degradação ambiental.

As licenças são expedidas de acordo com a sua função, podendo ser sequenciais ou isoladas.

De modo geral, é preciso seguir alguns passos para realizar a expedição, como a licença prévia, a de instalação e a de operação.

A Licença prévia deve ocorrer na parte preliminar do projeto, contendo requisitos básicos e que ocorre durante o planejamento inicial, que deve seguir as leis de uso do solo.

A licença de instalação autoriza a implantação da atividade, de acordo com o projeto. Já a Licença de operação ocorre após vistorias e libera o funcionamento do local com a atividade licenciada. Ele também é válido para o funcionamento de equipamentos de controle de poluição.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *