Estratégias de reciclagem para resíduos de construção

A maior parte dos resíduos de construção vai para os aterros, aumentando a carga no carregamento e operação do aterro. Resíduos de fontes como solventes ou madeira tratada quimicamente podem resultar em poluição do solo e da água.

Alguns materiais podem ser reciclados diretamente do mesmo produto para reutilização. Outros podem ser reconstituídos em outros produtos utilizáveis.

Infelizmente, a reciclagem que requer reprocessamento geralmente não é economicamente viável, a menos que uma instalação que utiliza recursos reciclados esteja localizada próxima à fonte do material.

Muitos materiais residuais de construção que ainda são utilizáveis ​​podem ser doados a organizações sem fins lucrativos. Isso mantém o material fora do aterro e ainda apoia uma boa causa.

O passo mais importante para a reciclagem de resíduos de construção é a separação no local. Inicialmente, isso exigirá algum esforço extra e treinamento do pessoal de construção.

Uma vez estabelecidos os hábitos de separação, a separação no local pode ser feita com pouco ou nenhum custo adicional.

O passo inicial em uma estratégia de coleta e reciclagem de resíduos da construção civil é um bom planejamento. O design deve ser baseado em tamanhos padrão e os materiais devem ser encomendados com precisão.

Além disso, o uso de materiais de alta qualidade, como produtos de engenharia, reduz os rejeitos. Essa abordagem pode reduzir a quantidade de material que precisa ser reciclado e reforçar a lucratividade e a economia do construtor e do cliente.

O que reciclar na construção civil

Antes de reciclar os resíduos de construção e fazer a coleta seletiva, identifique quem irá aceitá-los. Isso é importante para designar o tipo de resíduo a ser separado e para fazer arranjos para a entrega de materiais. Os materiais que podem ser reciclados incluem:

  • Eletrodomésticos e acessórios;
  • Árvores que foram retiradas do campo de obra;
  • Caixa de papelão personalizada e papel;
  • Madeira serrada e madeira compensada (em forma reutilizável);
  • Metais;
  • Plásticos — contêineres numerados, sacos e folhas;
  • Cobertura (em forma reutilizável);
  • Janelas e portas.

Recipientes para reciclagem de materiais devem ser montados no local e claramente identificados.

O pessoal de construção deve ser treinado na política de triagem de materiais, e as caixas devem ser monitoradas periodicamente para evitar a mistura de resíduos como resultado de equipes ou transeuntes jogarem lixo nas lixeiras.

Alguns materiais da construção civil exigirão caixas personalizadas ou de armazenamento que os protejam da chuva. Outras caixas podem ser bloqueadas para evitar adulterações.

Benefícios para o meio ambiente

O motivo número um para reciclagem em qualquer setor é o impacto positivo que ele tem sobre o meio ambiente.

Ao reduzir o uso de recursos virgens e implementar a gestão ambiental, as empresas de construção podem diminuir sua pegada de carbono tremendamente.

A produção de material fresco pesa muito sobre os recursos naturais, além da energia necessária para extração, transporte e processamento.

Os processos de produção também aumentam a emissão de gases de efeito estufa na atmosfera, liberam poluentes nos sistemas de solo e água e perturbam o ecossistema local.

Por outro lado, a reciclagem de metais e outros processos de recuperação de sucata usam uma porcentagem muito menor de energia e recursos. Reutilizar e reciclar os resíduos evita que os resíduos sejam depositados em aterros, o que é outro grande benefício para o meio ambiente.

Benefícios para a economia

Caso os benefícios ambientais da reciclagem e a sustentabilidade não sejam motivos suficientes para você considerar, também há vantagens econômicas a considerar.

As empresas podem economizar muito dinheiro recuperando sucata de canteiros de obras em vez de investir em material novo.

Além do custo de energia para produção, as despesas com transporte, manuseio e processamento são menores. Resíduos de construção reciclados estão em alta demanda em vários setores, e a venda de sucata abre mais fontes de renda para as empresas de construção e demolição.

A reciclagem cria mais oportunidades de emprego dentro das comunidades e impulsiona a economia local, o que indiretamente beneficia empreiteiros e empresas de construção. Quando mais receita entra no mercado, mais pessoas podem assumir o projeto dos seus sonhos.

Reduzir, reutilizar e reciclar resíduos de construção é algo óbvio hoje em dia, mas que querer inventivo e, principalmente, planejamento. De um galão plástico 20 litros a enormes estruturas de aço, tudo pode ser reciclado. Pense nisso!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *