Gestão ambiental e tratamento de água

Atualmente os impactos que as indústrias, empresas e comércio em geral causam no meio ambiente e na água já não são vistos como algo inevitável ou livre de preocupações e cuidados.

Com o agravamento da poluição, que abate sobretudo a água e o ar, o conceito de gestão ambiental surgiu e veio ganhando cada vez mais espaço.

Hoje isso vale para as empresas tanto quanto para planos de governo de vários países do mundo.

Qual o papel da gestão ambiental?

Já na década de 1970 a própria ONU (Organização das Nações Unidas) fez sua primeira Conferência Mundial Sobre o Meio Ambiente, e vários países passaram a tentar seguir, em maior ou menor grau, essas determinações, algumas das quais ficarão mais claras adiante no decorrer deste artigo.

Desde já, enquanto ciência a gestão ambiental visa a produzir pesquisas e estudos sobre o uso e conservação de recursos naturais, bem como a proteção de habitats e o controle de riscos.

As contribuições dessa área tangem os seguintes campos:

  • Toda parte de biologia e botânica;
  • De química e de climatologia;
  • De economia ecológica;
  • De engenharia ambiental;
  • De direito ambiental;
  • De zoologia, saúde pública, etc.

O foco principal das abordagens é este: todas as pessoas e países, enquanto beneficiários do meio ambiente e da natureza como um todo, são responsáveis por garantir que nossos impactos ambientais sejam benignos, sustentáveis e não poluentes.

Por dentro do PGR: Plano de Gerenciamento de Resíduos

Hoje uma das frentes mais importante da ecologia e gestão ambiental é a do plano de gerenciamento de resíduos. Também conhecido pela sigla P.G.R., esse plano diz respeito sobretudo ao impacto da engenharia civil na natureza.

Já no ano de 2010 foi promulgada a Lei de número 12.305, a qual determina a implantação da famosa P.N.R.S., que é a Política Nacional de Resíduos Sólidos, cuja função e meta são as de organizar a forma como o Brasil lida com a questão de todo lixo e resíduo gerado nesse ambientes de trabalho e construção.

De fato, as corporações que não cumpram o que é determinado e previsto pela P.N.R.S., estarão passíveis de serem penalizadas nos termos da lei.

Essas punições vão desde pagamento de multas, passando pela perda da licença de operação até a reclusão dos responsáveis, que podem ficar presos por até três anos.

Embora não esteja diretamente ligado à poluição da água ou do ar, o acúmulo de resíduos e lixos gera uma série de impactos negativos no meio ambiente, tais como:

  • A poluição da terra e do solo;
  • O acúmulo de água e insetos;
  • A transmissão de doenças;
  • O acidente nos entulhos;
  • O aumento de baratas, ratos e afins;
  • A sujidade das vias públicas, etc.

Mais do que um simples plano abstrato, o P.G.R. é um documento que deverá ser submetido anualmente às instituições e órgãos competentes, que ficarão incumbidos de fazer a fiscalização dos ambientes impactados pelas empresas e indústrias.

O cuidado geral com a água

Em termos industriais um dos tratamentos mais pertinentes a esse assunto é o da desmineralização de água.

Embora possa referir-se a qualquer processo de tratamento que remova os minerais da água, o termo “desmineralização” geralmente remete a processos de troca iônica, ou seja, de desionização (ou deionização).

De fato, o que esse processo faz é realizar a remoção quase total de contaminantes minerais iônicos. Após isso a água tratada passa a ter um alto nível de pureza, comparável ao da água destilada, mas a um custo muito menor.

Tais vantagens costumam ocorrer por várias razões. A principal é que existe uma certa flexibilidade na configuração desse processo, conforme a meta de pureza. As quais incluem:

  • A variabilidade da água original;
  • O nível de pureza necessário;
  • A tolerância ao vazamento de íons no resultado final;
  • Os requisitos de substâncias químicas, etc.

A limpeza dos poços artesianos

Em termos não industriais, a
limpeza de poço é um dos processos mais comuns, geralmente voltado para áreas rurais.

Como os poços artesianos estão ligados diretamente ao dia a dia de várias famílias, bem como à criação de animais dos campos, é imprescindível manter um controle de qualidade e uma vistoria constante sobre o funcionamento dele.

Esses cuidados incluem as instalações e as peças que compõem o mecanismo, quais sejam:

  • O tubo de revestimento;
  • A laje de proteção;
  • A bomba de agua;
  • A proteção sanitária;
  • O pré-filtro e os filtros.

Embora haja equipamentos e medidores específicos para isso, a própria qualidade da água é um dos melhores sinalizadores. Nesse caso, basta prestar atenção no sabor, no cheiro ou mesmo na aparência dela.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *