Implementação de dados para maior preservação da natureza

O crescimento da civilização se tornou uma preocupação para todos os países do mundo.

Mesmo com a recuperação da natureza ser possível por si própria, isto é sem a interferência do ser humano, desde a revolução industrial, tem se observado alterações climáticas e alterações no comportamento dos animais, tanto na vida marinha, quanto na vida de pássaros e animais terrestres.

A busca por matéria-prima também afetou, consequentemente, diversos círculos da natureza, alterando a vida selvagem, com a chegada da civilização, e o crescimento desenfreado dos grandes centros urbanos.

Estudos e recuperação de área

Para se adequar ao meio ambiente, os países têm buscado soluções alternativas, agregando a sustentabilidade à maneira como a matéria-prima é retirada da terra, assim como a aplicação de conceitos de reciclagem, com o reaproveitamento de muitos materiais, para a produção de outros, verificando a possibilidade de se aplicar a economia verde em linhas de produção.

As incorporadoras imobiliárias têm trabalhado também na verificação de instalação de empreendimentos que tenham a sustentabilidade como fator primordial, tanto na ocupação do espaço, como no aproveitamento de materiais que não afetem a natureza.

A implantação de sistemas de captação e tratamento de água, e o uso de energia elétrica renovável, também têm se mostrado soluções eficientes em grande empreendimentos imobiliários tanto nos setor de condomínios residenciais, quanto nos empreendimentos comerciais e até mesmo industriais.

Setores da economia, necessários para o crescimento da civilização, têm buscado a ajuda de empresas de remediação ambiental, para a recuperação do solo, do ar, ou da água que é utilizada, na região em que está instalada.

Essas empresas realizam estudos aprofundados, avaliando os riscos de implementação de equipamentos, como obras da construção civil, identificando e avaliando toda a área ambiental, para que seja detectada a possibilidade de contaminação e como evitar esse tipo de ação.

A elaboração de um projeto irá propor soluções que se adequem, de maneira valiosa, tanto para os empreendedores quanto para a própria natureza, seguindo as características geográficas e geológicas.

Os estudos devem contemplar, inclusive, toda a hidrografia, com a presença de rios, lagos e mares, em conjunto com a referência sobre presença de lençóis freáticos.

Essa avaliação preliminar de passivo ambiental também pode ser realizada, principalmente em regiões que já comportaram áreas de depósito de resíduos sólidos, como os lixões e aterros, e até mesmo áreas que foram motivo de exploração de matéria-prima, como minérios e extração de madeiras.

O reflorestamento pode ser uma solução a ser apresentada, assim como a recuperação de rios que tiveram o curso desviado, por diferentes razões.

Dessa forma, os riscos apresentados à saúde humana e a exploração inconsequente da matéria-prima proveniente da natureza são minimizados, atendendo alguns aspectos de própria gestão ambiental, como:

  • Maior conscientização ambiental de toda a população;
  • Legislação ambiental mais rigorosa;
  • Avaliação preventiva e corretiva do meio ambiente;
  • Gerenciamento quanto ao uso da área.

A investigação dos passivos ambientais, por meio de estudos e pesquisas in loco, precisa ser realizada por uma equipe multidisciplinar, contando com parcerias laboratoriais, para a verificação de análises químicas e a emissão de laudos referentes ao espaço que receberá as implementações do ser humano.

Profissionais adequam projetos à natureza

Para que essas implementações estejam de acordo com as leis de proteção ao meio ambiente, é preciso que uma empresa de licenciamento ambiental encaminhe para aprovação todos os licenciamentos, desde a exploração de solo, quanto à instalação de condomínios residenciais e empresariais, e até mesmo indústrias, para órgãos governamentais competentes.

Caso os equipamentos tenham a necessidade de ampliação, novas operações ou modificações, referente ao próprio empreendimento, ou sobre as atividades que pratica, utilizando ou não os recursos naturais presentes na área, ou que sejam potenciais poluidores, causando a degradação ambiental, o empreendimento deverá passar por todo o processo de licenciamento novamente, adequando-se às leis ambientais vigentes.

A principal responsabilidade das empresas que querem obter o licenciamento é que esteja de acordo com o impacto ambiental que será causado de forma regional, e seja adequado de maneira correta, para não ter problemas com a própria legislação, e não ser responsável por consequências de impacto na saúde da população ao redor, nem da fauna e da flora presente na região.

Depois de anos de exploração, chegou o momento da população entender que a natureza se regenera, mas a humanidade pode ser passageira. Cuidar do meio ambiente, é cuidar da própria vida e de todos aqueles que são importantes, como família e amigos. Lembre-se disso!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *