Será que a sua empresa está contribuindo com a sustentabilidade?

sustentável

Última chamada para a sustentabilidade. Esse é o nome do relatório que reuniu mais de mil e novecentas entrevistas com executivos globais de varejo e bens de consumo para fins de divulgação de metas sustentáveis. 

A preocupação com o meio-ambiente não é à toa: o consumidor mudou. Um estudo recente realizado pelo IBM Institute for Business Value (IBV), afirma que houve um aumento de 22% em relação aos dois anos anteriores de consumidores engajados com a importância da sustentabilidade.

Segundo o estudo, 84% dos consumidores admitiram que estão dispostos a pagar mais por produtos advindos de empresas ambientalmente responsáveis. Foi assim que surgiu a Rotulagem Ambiental ou o famoso Selo Verde.

O mecanismo consiste em disponibilizar nos rótulos das embalagens quais são os selos que identificam que a empresa é engajada em desenvolver produtos com o menor impacto ambiental. Essa é a competitividade atual. 

Por isso, resta a pergunta que ditou o tema dessa matéria: “Será que a sua empresa está contribuindo com a sustentabilidade?”

Empresas que preservam o meio-ambiente se destacam

Em 2013, um grupo de estudantes do MIT (Massachusetts Institute of Technology) respondeu a um desafio inusitado: “Desenhe o utensílio de escritório sustentável do amanhã”.

 Os alunos levaram cerca de oito meses para desenvolver uma ideia incrível: um lápis semente que pode ser plantado.

Um dilema comum entre os principais consumidores desse produto era o que fazer com o “toquinho” que sobrava no final. Não restava alternativa, a não ser jogá-lo fora. Porém, os estudantes criaram uma forma de encapsular sementes na ponta oposta ao grafite. 

Ao final do uso, é só plantar a cápsula na terra que as sementes vão germinar.

A produção varia entre: flores, ervas, pé de salsa, tomates, alecrim, coentro, manjericão e mais doze tipos diferentes de plantas. Cinco anos depois do início do projeto, mais de dez milhões de unidades já haviam sido vendidas em mais de sessenta países. 

Esse pequeno exemplo escancara uma realidade: a pauta da sustentabilidade chegou para ficar e empresas que não estão seguindo o ritmo dessa nova era de conscientização ficarão para trás. 

Por que os consumidores estão preferindo empresas com selo verde?

Um dos principais propulsores da mudança de hábito dos consumidores é: “qual legado deixarei para as próximas gerações?”

 A pergunta é importante, principalmente após o mundo ter vivenciado mais de uma pandemia que ceifou milhares de vidas.

A preocupação com as próximas gerações justifica o medo exacerbado do ritmo frenético de poluição, degradação e descaso com a natureza.

 Uma pesquisa feita pela Getty Images revela que:

  • 97% dos entrevistados reconhecem que a maneira como tratamos nosso planeta agora terá um grande impacto no futuro; 
  • 95% se preocupam com a qualidade da água;
  • 94% estão preocupados com a poluição do ar e 
  • 93% afirmaram estar preocupados com os oceanos.

Outra pesquisa realizada pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) revela que 75% dos entrevistados consideram que uma empresa pode ser considerada sustentável quando se preocupa em primeiro lugar com as embalagens recicláveis.

Portanto, conceitos sobre sustentabilidade e hábitos do consumidor devem estar presentes em qualquer pauta de reunião entre executivos de pequenas, médias e grandes empresas.

Dicas para um ambiente empresarial sustentável

Existem motivos suficientes para preservação do meio-ambiente. Além do cuidado para com as futuras gerações, vimos anteriormente o quanto essas ações podem agregar valor à marca Mas por onde começar? 

Cada pequena atitude em prol do meio ambiente é válida. Podemos listar algumas prerrogativas básicas para que o ambiente corporativo se harmonize com a sustentabilidade. Entre eles:

  • Evitar desperdício de papel / utilizar recursos recicláveis

O uso excessivo de papel acarreta duas categorias de problemas: a primeira relaciona-se com a matéria-prima. A demanda de árvores arrancadas para alimentar todas as empresas e pessoas físicas que utilizam do material no dia a dia é muito grande. 

O reflorestamento é uma opção. Mas daí surge outra questão:

O descarte incorreto do produto. O papel leva em torno de seis meses para se decompor. Como a demanda é muito grande, o descarte é suficiente para causar estragos, principalmente pelo destino do material em córregos, rios etc.

 Enchentes e risco à vida marinha são apenas alguns dos problemas gerados pelo refugo do papel.

Portanto, é importante aderir a materiais recicláveis ou até mesmo trocar o papel por arquivos digitais.

  • Busque parceiros sustentáveis

A cadeia que envolve a sustentabilidade deve percorrer desde fornecedores até a compra de insumos. E isso envolve coisas simples. Quer ver um exemplo? As empresas geralmente entregam brindes personalizados para clientes, colaboradores e parceiros. 

Muitos fornecedores desses produtos já oferecem brindes ecológicos como excelentes opções de presentes.

Veja alguns exemplos: ecobag personalizada, lápis semente, agendas de cortiça, canecas reutilizáveis, copos e canudos recicláveis, entre outras opções.

Como implementar a sustentabilidade na empresa?

Existem diversas iniciativas para implementar a sustentabilidade na empresa. A coleta seletiva é uma delas. Dessa forma, cada resíduo é destinado para o descarte correto. Outra etapa importante rumo à sustentabilidade é o check list da infraestrutura da empresa.

Dentre as principais formas de aderir à preservação dos recursos estão:

  • Verificar a existência de vazamento de água;
  • Checar sistemas de ar-condicionado;
  • Trocar lâmpadas fluorescentes por LED;
  • Evitar desperdício de energia elétrica por colocar sensores de movimento;
  • Trocar copos de plástico descartáveis por copos recicláveis ou reutilizáveis; 
  • Treinar a equipe e motivá-la a vestir a camisa da sustentabilidade.

Resolver questões simples de preservação ao meio-ambiente não é mais questão de escolha. O tema está em alta porque é essa geração que ditará a existência das próximas. O consumidor está antenado e mais do que nunca está disposto a pagar mais caro por produtos que respeitam o planeta em que vivemos.

Adquirir um selo verde é mais que um rótulo Ambiental. É a garantia ao consumidor que a empresa vai além de gráficos de pizza que indicam o faturamento mensal. É o carimbo que sela o compromisso com a vida e com os alicerces que estruturam um novo amanhã.

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *