Indústria: tratamento e projetos ambientais que você precisa conhecer

A legislação brasileira é clara: todas as indústrias ou empresas que causam impacto no meio ambiente, precisam ter um Projeto de licenciamento ambiental coerente.

Ou seja, todas as licenças ambientais em dia e o tratamento adequado de resíduos industriais. De forma geral, essas determinações são instituídas pela  Política Nacional de Meio Ambiente e por órgãos de fiscalização.

Na prática, seguir as orientações garante não só o respeito às leis brasileiras de preservação ambiental, mas também a sustentabilidade ambiental (que engloba desde a conscientização até a reputação e credibilidade) da indústria em questão.

Diante disso, quais são as coisas que uma indústria deve fazer para melhorar a responsabilidade socioambiental e reduzir impactos no planeta? Quais projetos as indústrias podem fazer para melhorar essa questão?

Essas e outras perguntas serão respondidas nesse artigo com tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

Tratamento de água e efluentes

A indústria é o setor que mais consome água no mundo. De acordo com dados do Ministério do Meio Ambiente (MMA), cerca de 22% do consumo mundial de água é feito pelas indústrias.

Mas, depois dos processos aproveitarem esse recurso, é importante lembrar que a produção de resíduos (gases, líquidos ou lixo industrial) é feita em formato de efluente industrial.

Diante disso, fazer o Tratamento de água e efluentes não é só uma questão obrigatória por lei, mas também um ato de consideração com o ecossistema.

Afinal, quando não há uma destinação adequada para esses resíduos e eles são lançados nos esgotos sanitários, uma série de problemas pode surgir, como por exemplo:

  • Contaminação da água e do solo;
  • Contaminação dos rios;
  • Desequilíbrio do ecossistema;
  • Proliferação de doenças;
  • Problemas no saneamento básico;

Para evitar tudo isso e estar em dia com as exigências da lei, uma opção cada vez mais viável para as indústrias é contar com Empresas de Tratamento de Efluentes.

Na prática, o objetivo de contratar essas empresas é garantir que todos os efluentes, líquidos e contaminantes sejam tratados da forma correta, com os equipamentos adequados.

As estações de tratamento de efluentes industriais, por exemplo, são equipamentos muito úteis que funcionam como um complemento de outras estratégias ambientais. Mas é a partir delas que todos os processos químicos, físicos e biológicos são feitos para remover as cargas orgânicas e tóxicas da água e dos efluentes.

Vale lembrar que todas essas orientações estão previstas na legislação ambiental brasileira, em leis federais como a nº 6.938/1981 e a 12.305/2010.

Projetos ambientais

Além dos tratamentos de efluentes de forma adequada, outras coisas importantes podem pesar bastante para a indústria, em termos de reputação  e compromisso com a responsabilidade socioambiental.

Um exemplo genérico, mas que pode servir como base é a indústria têxtil. Digamos que, após fabricar roupas e bolsas, há uma sobra muito grande de tecidos na fábrica.

A solução de descarte não é jogar fora, mas sim investir em Projetos ambientais de desenvolvimento social. A indústria em questão, pode, por exemplo, doar as sobras de tecidos para uma cooperativa de mulheres.

Sem dúvidas, ideias como essas enaltecem a imagem da empresa, mas também ajudam muitas pessoas.

Ou seja, muito além da legislação, uma boa indústria é a que investe em projetos e, assim, se torna referência na área de sustentabilidade ambiental.

Ainda no cenário da indústria têxtil, dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit) revelam que o Brasil é a maior cadeia de produção do material no Ocidente.

Portanto, é esperado que o lixo industrial pelo setor também seja alto. Sendo assim, investir em soluções criativas para esses resíduos, como os  projetos ambientais é uma boa forma de compensar os impactos ambientais e gerar renda por meio de materiais que iriam para o lixo.

Sustentabilidade ambiental

Além das licenças de autorização, todos os setores presentes nas indústrias precisam acompanhar as tendências do momento quando o assunto é sustentabilidade ambiental.

Seja para um projeto ou uma campanha de conscientização, unir a destinação correta dos resíduos é importante para o meio ambiente e ajuda  a criar uma boa imagem da empresa que fica conhecida pela sustentabilidade ambiental.

As vantagens de uma indústria alcançar esse status são diversas como:

  • Conquista de selos ambientais;
  • Posicionamento da marca de forma sustentável;
  • Reconhecimento como uma empresa consciente por parte do consumidor;
  • Soluções criativas e inteligentes para cumprir e a lei;

Em resumo: independente da sua indústria ter ou desenvolver projetos ambientais ou não, cumprir com as obrigações na hora de tratar os resíduos e diminuir o lixo é essencial.

Afinal, muito além dos ganhos econômicos, uma boa indústria é a que pensa também no desenvolvimento social de um país e na preservação dos recursos naturais para as gerações futuras.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *