Tudo o que você precisa saber sobre estação de tratamento

Para entender o que é o tratamento de esgoto e como ele é feito, é necessário conhecer o que é o saneamento básico.

De modo geral, é um serviço que pode ser prestado por empresas públicas ou privadas, onde é feito a coleta e tratamento de esgoto, trabalha no sistema de limpeza urbana, manuseio de resíduos mais sólidos e controle de pragas.

Processo do tratamento de esgoto

As etapas existentes na hora do tratamento de esgoto ajudam a deixá-la em melhor estado, podendo ficar até mesmo potável.

O tratamento de esgoto tem como um de seus principais objetivos o aceleramento da purificação da água antes de ser devolvida ou reutilizada.

É importante lembrar que não existem apenas os ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto), mas também a Estação elevatória de esgoto e a compacta.

Na hora do tratamento, o esgoto passa por algumas etapas até que seja liberado para ser reutilizado como água (mas é importante lembrar que não sairá de lá como água potável, e sim como uma água própria para usar em locais como por exemplo, escalas agrícolas ou industriais).

Para que tudo isso seja possível, a Estação de tratamento de esgoto passa por essas etapas:

  • Tratamento primário;
  • Desarenação;
  • Decantador primário;
  • Peneiração do lodo;
  • Aeração;
  • Decantação secundária;
  • Tratamento químico e secagem do Iodo;
  • Tratamento da água.

No momento em que a água chega na Estação de tratamento de esgoto, ele segue para a primeira etapa, que é onde ocorre o tratamento primário.

Nessa etapa ocorre uma filtração, onde o esgoto atravessa um conjunto de grades de tamanhos diferentes, própria para impedir que materiais sólidos passem (como garrafas plásticas).

Na desarenação, o esgoto segue para um tanque grande onde recebe uma camada de ar que faz com que a parte mais sólida e densa seja separada do resto residual, indo para o fundo desse tanque.

Normalmente essa parte que segue para baixo é composta por areia e por isso essa etapa recebe essa nomenclatura.

Na terceira etapa, chamada por decantador primário, o esgoto segue para um novo tanque em que recebe uma substância química que faz com que os materiais com menor densidade se agrupam e se desloquem para o fundo do tanque. Essa parte deslocada normalmente é composta por dejetos e fezes.

Durante a peneiração, o lodo formado na etapa anterior é separado do líquido por meio de uma nova filtração. Após a separação, ele é retirado e reservado em um outro tanque.

Na aeração, o líquido que foi separado na etapa anterior é enviado para um outro reservatório onde existem bactérias capazes de decompor o material orgânico que ainda resta nesse esgoto. Em alguns casos, é adicionada uma dose de ar para acelerar a ação das bactérias.

Depois, chegamos na decantação secundária. Nessa etapa, o esgoto segue para mais uma transferência de tanques, onde ficará em repouso até que a parte mais densa seja deslocada para o fundo do equipamento.

No final desse processo, é feita uma nova filtragem, até que o lodo seja separado por completo do líquido, retirado e misturado com o que havia sido separado na quarta etapa.

O tratamento químico e secagem do lodo trata este material de forma que, ao final desse processo, depois de decompô-lo e desidrata-lo, o que resta é usado como adubo.

Por fim, no tratamento da água, quando já temos ela livre de todos os dejetos e resíduos, a água recebe uma dose de cloro para eliminar as bactérias que ali restaram.

Ao final disso, ela já pode ser reutilizada para meios que não necessitam de água potável, pois esta não é própria para beber.

Outros tipos de tratamentos de esgoto

Na Estação elevatória de esgoto são utilizadas bombas hidráulicas, válvulas e alguns outros equipamentos elétricos que são capazes de bombear a água de uma parte mais baixa para sistemas em níveis mais altos. Esse tipo de estação pode servir como reservatório para coleta de água e efluentes no solo.

Além disso, temos outros tipos de tratamento de esgoto, sendo um deles, a Estação de tratamento de esgoto compacta.

Essa estação funciona como um sistema que oferece um tipo de tratamento biológico das águas. Ela é recomendada para ser usada em indústrias, residências, condomínios, parques, fazendas e sítios; todo tipo de lugar que não tenha uma rede pública de esgoto.

É indicada também para aqueles que já querem fazer o reuso da água a ser tratada no próprio ambiente, sem usá-las para meios potáveis (descargas e lavagens de piso, automóveis e etc.). O projeto de estação de tratamento de esgoto compacta é diferenciado.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *