Você sabe o que é ETE?

Ao longo da vida de cada ser humano é produzida uma série de lixos e resíduos por conta da sua rotina de vida e diária. Esse lixo é profissionalmente nomeado de ”efluentes”.


Hoje, os efluentes possuem dois tipos, o doméstico e o industrial. O doméstico é produzido com a mistura de água potável com impurezas geradas pelo seu próprio uso.

Já o industrial, usa a água de consumo que necessita junto com todos os resíduos que são misturados nela.

E, para que essa água possa ser reutilizada e não descartada, ela necessita passar tratamentos em usinas especializadas para que fique limpa novamente para consumo e humano e manipulação da mesma.

estação de tratamento de efluentes ete é uma infraestrutura de operações composta por unidades de tratamentos efluentes que removem carregação e materiais poluidores das águas.

Através de processos químicos, físicos e biológicos, a Ete tratamento de efluentes tem a capacidade de garantir novamente a qualidade final da água pelos padrões estabelecidos nas legislações ambientais.

Ela possui métodos de análise a avaliação das eficiências dos procedimentos de tratamento que proporcionam o correto ajustamento de um ETE, assim evitando descumprir padrões considerados legais e um grande impacto no ambiente.

Seu funcionamento deve ser contínuo e de forma permanente na estação, para que a garantia e qualidade do efluente tratado em seu composto final forneça um produto limpo e pronto para ser reutilizado para diversos fins.

E para que fique mais claro, iremos explicar o tipo de estação de tratamento de efluente e explicar como é seu esquema de limpeza e purificação do produto em que será gerada sua matéria final, principalmente no ramo da indústria.

Estação compacta (ETE)

Estação de tratamento de efluentes compacta é uma forma moderna e ideal de implantar sua própria ETE na empresa em que trabalha.

Independentemente de seu porte, é muito importante pensar em tê-la, para que você mesmo consiga controlar a limpeza e instalação do sistema.

Com um mundo totalmente dependente de questões hídricas para sobrevivência, é interessante que empresas se atentem à importância desse investimento, principalmente pelo gasto mensal de água que é feito por conta de lavagem de máquinas, pisos, motores, etc.

Então, para que possa ter o reuso dessa água, uma saída é contratar uma empresa que instale uma ETE exclusiva para sua casa, indústria ou comércio para preservar o meio ambientes e ajudar na remoção de poluentes.

As máquinas implantadas terão tamanhos reduzidos e especiais para o local em que você irá colocá-las, mas com o exato padrão de qualidade e instalação que o mercado exige.

Locais que podem ter um ETE compacta:

  • Casa
  • Indústria
  • Hotéis
  • Condomínios
  • Construtoras
  • Outras diversas edificações

estação compacta de tratamento de efluentes industriais é ideal para uma grande carga de agente poluidores com presenças de diversos tipos de materiais contaminantes.

E para seu tratamento, seja em uma usina compacta ou em tamanho original, os passos de purificação devem ser os mesmos.

Etapas de tratamentos de efluentes

Há diversos tipos de tratamento de efluentes, e todos são necessários para que a água possa ser reutilizada em nossas casas e nas indústrias.

Pré tratamento – É a separação dos sólidos que estão na água. Eles passam pelos processos de gradeamento e desoneração para não fique nenhum floco ou resíduo no líquido para não prejudicar os próximos passos.

Tratamento primário – Com o esgoto menos poluído mas ainda impossibilitado para reuso, ele passará por diversos passo, como neutralização, floculação, decantação primária e separação da água e do iodo

Tratamento secundário – Retira o restante da matéria que ainda não tinha sido removida e passa por processos bioquímicos chamados aeróbicos e anaeróbicos, que trabalham para a composição da matéria orgânica que ainda está na água.

Tratamento do Iodo – Esse elemento químico tem seu volume reduzido na matéria orgânica do efluente e realiza o adensamento, diminuição da densidade.

Como produto final dessa parte, restam as ricas matérias orgânicas como nitrogênio, fósforo e nutrientes na água.

Tratamento terciário – Aplica técnicas para remover os poluentes específicos e finais, para que o efluente se torne totalmente apto para voltar a ser reutilizado.

Essas são explicações básicas de um extenso processo de purificação da água do esgoto que poderá ser usada novamente para os fins que você escolher.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *